As primeiras palavras do bebÍ

As primeiras palavras do bebÍ

Postado em:
Blog - Saķde do bebÍ
- 30/10/2018 11:41:56

Antes do primeiro ano do bebê, já podemos perceber o começo de sua linguagem falada, que se demonstra através de pequenas repetições, a famosa fase do "gugu dadá". Essa primeira linguagem acontece de forma espontânea e natural, já que os pequenos aprendem com a imitação. Eles escutam e tentam imitar os sons.

 

Por volta do primeiro aninho, os pequenos passam a perceber que esses sons têm significado. Dependendo do que é falado, ele consegue um brinquedo, água ou o colo da mãe, e é aí que surge o começo da linguagem falada: quando ele a usa para expressar vontades e sentimentos, quando a utiliza de forma consciente. Geralmente, as primeiras palavras da criança são "mama" e "papá", sendo a primeira a mais comum. Uma pesquisa realizada pela revista Crescer apontou que 42% dos bebês falam "mamãe" primeiro, 17% chama pelo "papai" e 41% falam outras palavras.

 

Há uma preocupação natural dos pais quando há demora na linguagem das crianças. Isso porque através da fala podemos comunicar de forma mais eficaz dores, sensações e desejos. Algumas dicas são super importantes para estimular o início da linguagem falada, como a repetição, a brincadeira e a música. Músicas com rimas são muito eficazes para o treinamento da dicção. Brincadeiras com o sons de animais também são indicadas, principalmente se houver também estímulo visual. Mostrar um gatinho e falar "miau", por exemplo.

 

Depois dos 2 anos de idade, se ainda não houver avanço na linguagem, é indicado que os pais busquem ajuda profissional. Embora, em muitos casos, possa haver apenas falta de estímulo e até preguiça dos pequenos, como por exemplo não precisar falar para ser atendido, existem casos de problemas auditivos ou mesmo cognitivos, como o autismo, que podem influenciar no início da comunicação falada.

 

Uma observação importante que sempre vale a pena salientar é que o desenvolvimento das crianças é algo muito particular, com inúmeros fatores a serem analisados. Não compare o avanço do seu filho com os irmãos, nem com outras crianças. Cada indivíduo possui seu próprio ritmo e tudo acontecerá no seu tempo.

 

Categorias

Fique informado!

+ Posts

AlimentaÁ„o da gestante
AlimentaÁ„o da gestante
Massageando o bebÍ: Shantala
Massageando o bebÍ: Shantala
Peanut: O tinder das mam„es
Peanut: O tinder das mam„es
Mķsica para mam„es e bebÍs
Mķsica para mam„es e bebÍs
Fruta in natura ť melhor que suco
Fruta in natura ť melhor que suco

Receba novidades